Estou indo (me) encontrar

Escrito por: Yasmin de Carvalho // 22 de agosto de 2014


Estou indo encontrar a pessoa que estava escondida há muito tempo. Esteve tão perto, mas ao mesmo tempo, tão longe. Demorei pra descobrir que eu não precisava da ajuda de ninguém pra poder encontrar quem eu mais queria ser: eu. É de mim que eu devia gostar. Sou eu quem eu tinha que amar. A inveja? Eu teria da minha felicidade. Por ser tão eu agora! E, finalmente, o agora. Se ficarmos indo pra trás o tempo todo, oque vai sobrar do presente? O passado é atrás, eu quero é seguir sempre em frente.

Pude entender que os outros, ah, são só os outros.

Quando não temos mais a preocupação de estar feliz, é porque finalmente estamos felizes. Não necessariamente felizes com os outros, mas com nós mesmos. Isso tem mais relevância do que qualquer outra coisa. Não estamos mais preocupados em ter uma vida tão boa quanto a do outro, não ligamos mais em não poder comprar o carro do ano, não ficamos aflitas por não ter o mesmo vestido daquela, nem pelo dinheiro insuficiente pra gastar em tudo que temos vontade. Quando esse pensamento para de passar pela nossa cabeça, é porque estamos contentes em ser nós. Em ser eu e não querer parecer outro alguém. Por não ligar pra opiniões que não diferem nossa vida em nada, nem diminuem nossas contas. Eu estou indo numa viagem de ida. Mando uma carta quando eu tiver (me) encontrado. 

Agora eu conheço mais de mim do que eu poderia imaginar. A cada dia que passa eu possuo uma perspectiva diferente sobre tudo, e isso não me faz alguém melhor ou pior, me faz ser quem eu sou. A partir de hoje, vamos criar nossos próprios caminhos. Chega de ir pela carona. Agora em diante, seremos o nosso próprio motorista

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Uau! Foi tu que escreveu esse texto maravilhoso? É simplesmente lindo e inspirador. Parabéns, molier <3
    http://dreamsin-paris.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. AUHEUAUHEU fui euzinha sim! muito obrigada molier ♥♥

    ResponderExcluir
  3. Ficou muito bom o seu texto Yasmim. Parabéns ! É a primeira vez que vc põe um texto seu aqui ? Por quê amanhã as 9:30 da manhã vai sair minha primeira crônica lá no blog rs estou animada.

    www.blogtobemtozen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigada Naty! <3 Não é a primeira vez, na verdade tenho muitos textos na categoria "sobre" "textos" e "pessoal" (é só ir na caixinha da pesquisa pra encontrar), só que eu nunca mais havia postado nenhum, eu meio que tinha abandonado hahaha. Vou ler a sua crônica amanhã então :DD

    ResponderExcluir
  5. Ameeeei teu texto, parabéns. Você escreve muito bem, sério. E eu me identifiquei com o seu texto, super inspirador, sério. Eu tambem amo escrever, se quiser conhecer meus textos é só entrar no meu blog.
    www.devaneiosdaalice.blogspot.com <3
    Beijo, linda.

    ResponderExcluir
  6. Que comentário fofo! ♥ Muito obrigada por todos os elogios Alice. Vou entrar no seu blog e ler seus textos também. <3

    ResponderExcluir
  7. Bem assim mesmo! Só o desprendimento é capaz de nos deixar tranquilos e trazer a felicidade. Adorei o post!

    Um beijo,
    Re

    ResponderExcluir
  8. Adorei o texto, muito bom mesmo! Precisamos nos amar antes de qualquer coisa.
    Seguindo teu blog, Yasmin <33

    http://listadasnuvens.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Opine sobre o post ou deixe algum recado pra gente. Sinta-se a vontade para sugerir ideias e críticas construtivas, nós sempre lemos a opinião de nossos leitores. :))

 
Design: Yasmin Carvalho. Programação: Yasmin Carvalho e Carol Mascarenhas
Além da Escrita 2012 - 2015. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger